Universitária é aprovada em mestrado da Unesp antes de concluir graduação


Sempre interessada no campo acadêmico, a aluna Gabriela Pavan David, 22 anos, do 8º semestre do curso de pedagogia da FAC-FEA acaba de ser aprovada em um dos processos seletivos mais concorridos de Mestrado em Educação do país, a Unesp de Marília. Ela apresentou um projeto na linha de pesquisa em Educação Especial voltado a formação de professores para os processos de ensino e aprendizagem de crianças com Transtorno do Espectro Autista.

Gabriela sempre gostou da pesquisa e já fez parte de um grupo de pesquisa na Unesp de Bauru, onde ficou sabendo do edital para o mestrado na Unesp de Marília.  Ela conta que se interessou pela pesquisa em autismo após convivência com um aluno especial durante o estágio na rede municipal.


A universitária atualmente é estagiária em uma escola particular de Araçatuba no período da manhã e à tarde dá aulas particulares. Ela destaca o apoio que sempre teve de seus professores em todas as etapas do curso e também para ingressar no mestrado.
“Eu quero agradecer a todos os professores, que sempre deram total apoio e foram fundamentais para a minha conquista”, disse ela, lembrando que eles sempre incentivam os alunos com relação aos processos de estágios, cursos de extensão e pós graduação.

O coordenador do curso de pedagogia da FAC FEA, Me. Luís Henrique Zago, explica que o papel do professor hoje não é somente transmitir informação, mas sim transformar a informação em conhecimento. “Neste sentido a pós-graduação é essencial. No mestrado e principalmente no doutorado o profissional é capacitado para não ser apenas um consumidor de informação, mas um produtor de conhecimento”, explica. 

A FAC-FEA conta com um quadro de mestres e doutores em vários cursos, incluindo a pedagogia. Os professores são conscientes da necessidade de continuidade nos estudos e incentivam a produção cientifica e a entrada de estudantes nos cursos de mestrado do país. 

“Acreditamos que a qualidade das aulas, da prática nos estágios e das atividades acadêmicas de extensão realizadas pela instituição habilita o graduando da FEA a disputar vagas em programas de mestrado em igualdade com qualquer estudante do país”, explica. 

Ele diz que a entrada de uma estudante em um programa como o da UNESP campus Marília deixa todos os professores felizes com a certeza de que estão no caminho correto. “Cada estudante aprovado em um concurso ou em um programa de pós-graduação é comemorado como uma conquista de toda a instituição. Defendemos que a aprovação é mérito da estudante e do esforço constante e incansável de todos os docentes do curso de pedagogia”, finalizou.

Tags

buttons=(Aceito) days=(20)

Este site usa cookies do Google para personalizar anúncios e analisar o tráfego. Isso é feito para garantir que você tenha a melhor experiência possível ao acessa-lo. Saiba mais
Accept !